Você está aqui: Capa » OUTRAS NOTÍCIAS » Malafaia sobre vaga no STF: ‘Tem que ser terrivelmente de direita’

Malafaia sobre vaga no STF: ‘Tem que ser terrivelmente de direita’

Em suas redes sociais, pastor sugeriu ao presidente Jair Bolsonaro que não indique o desembargador Kassio Nunes

Nesta quinta-feira (1º), o pastor Silas Malafaia publicou um vídeo em suas redes sociais para falar da possível escolha do novo integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o pastor, caso a escolha do nome do desembargador Kassio Nunes Marques se confirme, será uma grande decepção.

A notícia sobre o possível escolhido circulou na imprensa nesta quarta-feira (30), e apontou que o presidente Jair Bolsonaro iria indicar o nome do desembargador Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), para a vaga do ministro Celso de Mello. A informação foi dada pelo jornal O Globo.

Ao comentar sobre o candidato, Malafaia disse que é um apoiador do presidente, mas que não é alienado.

– Quero dizer aqui, em alto e bom som, que não sou o único, mas sou um dos mais ardorosos defensores de Bolsonaro (…) Sou aliado, mas não sou alienado – apontou.

O pastor então lembrou que os evangélicos nunca pediram um nome evangélico para a vaga, e que a decisão sobre escolher alguém religioso partiu do próprio presidente.

– Primeiro, não foram os evangélicos que pediram a Bolsonaro um ministro evangélico para o STF. Nós nunca pedimos isso ao presidente. Ele, em alto e bom som, que andou apregoando que ia colocar um camarada “terrivelmente evangélico” ao STF. Segundo, eu não tenho candidato pessoal ao STF. Eu posso apoiar nomes que líderes evangélicos e que a Frente Parlamentar Evangélica apoiam. Eu sozinho não tenho poder de indicação. Seria uma pretensão medíocre da minha parte – destacou.

O religioso então deixou claro que o mais importante é que o futuro integrante do Supremo seja alguém com posicionamento de direita.

– Entendo também que o presidente não teria necessidade de colocar na primeira vaga um “terrivelmente evangélico”, mas um “terrivelmente da direita” sim. Agora, pasmem os senhores, o presidente andou apregoando que seria algum da sua cozinha, que ele ia beber cerveja. Esse cara [Kassio Nunes] nunca bebeu água – ressaltou.

Malafaia criticou Kassio Nunes Marques e lembrou do relacionamento do desembargador com o PT.

– Meu presidente, com todo o respeito, como o senhor vai indicar um cara para o STF nomeado por Dilma, amigo da ‘petralhada’, com posições socialista. E, segundo o que estou recebendo aqui, tem mais de 30 representações contra ele no CNJ. Presidente, isso é uma vergonha. Teria que ser como Donald Trump. Não precisa ser evangélico, mas um terrivelmente da direita – apontou.

Ele então lembrou o desembargador irá atender a interesses do PT, do Centrão, da esquerda e de outros.

– É uma decepção geral. O senhor está colocando um camarada que atende ao Centrão, ao PT, à esquerda, Ciro Nogueira (…), corruptos e quem é contra a Lava Jato (…) Presidente, o senhor sabe que o senhor foi colocado aí (…) O senhor está aí por uma ação de Deus para combater exatamente isso que o senhor está favorecendo agora. O senhor não deve a esses caras. O senhor está cedendo a quem jamais poderia ceder – argumentou.

Por fim, o pastor disse que continua apoiando o presidente, mas que, caso o nome se confirme, será um grave erro.

– O senhor continua tendo o meu apoio, mas fica aqui o meu protesto, a minha indignação. Não porque não foi nomeado ou indicado um evangélico, mas sim porque representa tudo isso que nós combatemos ou somos contra (…) Conte com meu apoio, mas nessa, o senhor está cometendo um grave erro – concluiu.

Pleno News

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*