Você está aqui: Capa » OUTRAS NOTÍCIAS » Igreja evangélica sofre incêndio criminoso, no Paraná

Igreja evangélica sofre incêndio criminoso, no Paraná

Corpo de Bombeiros foi acionado às 2h28 do sábado (08) para combater as chamas que atingiram a Igreja Luterana Livre Central

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 2h28 do sábado (08) para combater as chamas que atingiram a Igreja Luterana Livre Central, em Campo Mourão, no Paraná. Informações repassadas por testemunhas aos bombeiros e aos policiais militares que atenderam a ocorrência apontam que o incêndio foi criminoso.

Segundo informações de vizinhos que presenciaram a ação criminosa, um homem teria ateado o fogo na igreja de maneira premeditada. Ele pilotava uma moto Honda CB300 de cor preta parou em frente a igreja e o elemento sem tirar o capacete foi até a porta da igreja e tirou um galão de combustível que estava em sua mochila e despejou o combustível por baixo da porta e também pela calçada, ele ainda colocou um cordão que utilizou como pavio para acender, após atear fogo na igreja ele fugiu tomando rumo ignorado.

Hall de entrada da Igreja Luterana incendiado em Campo Mourão. (Foto: Reprodução/Facebook)

As equipes do Corpo de Bombeiros chegaram no local e perceberam bastante fumaça no interior da igreja e ao se aproximar da porta perceberam que só havia um pequeno foco de incêndio em um tapete, os bombeiros conseguiram acionar um responsável pela igreja que abriu a porta, o que chamou a atenção de todos foi que o fogo ao chegar na mesa ele se apagou próximo a Bíblia Sagrada.

Segundo Daniel Cardoso, ex-presidente do grupo de jovens da igreja, ainda não se sabe quem era essa pessoa, nem se sabe se ela agiu sozinha.

“Não houve muito estrago. Colocaram o fogo na porta, mas a sorte é que logo depois da porta só tem um tapete para limpar os pés e um aparador, usado para colocar o vaso de flor e uma Bíblia. Só queimou o tapete e um pouco do aparador”, destaca.

Além do aparador, as chamas também queimaram uma cadeira e uma tomada elétrica.

Quando os bombeiros chegaram conseguiram debelar as chamas e a fumaça tomou conta do salão.

Sem inimigos

Segundo Cardoso, os fiéis da igreja não possuem rixa com outras pessoas, tampouco com pessoas de outras religiões. “Eu não consigo nem imaginar a motivação. Nunca fizemos nada contra alguém, nunca desrespeitamos outra religião. Não que isso justificasse qualquer ataque. A gente está lá para levar a mensagem evangélica e o amor. A gente fica triste, com certeza. Também fica triste pela pessoa. Por mais difícil que seja, a gente tem que amar essa pessoa também”, declara.

A Polícia Civil ainda não recebeu o relatório da ocorrência elaborado pela Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, mas deve iniciar a investigação assim que isso acontecer.

Atualmente Campo Mourão possui 500 fiéis da Igreja Luterana divididos em cinco templos.

CPAD NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*