News
Você está aqui: Capa » MISSÕES » Pastor preso no Irã leva criminosos a Cristo: `Posso servir a Deus em qualquer lugar´

Pastor preso no Irã leva criminosos a Cristo: `Posso servir a Deus em qualquer lugar´




Mojtaba Hosseini foi preso por liderar um grande movimento de igrejas domésticas no Irã

Antes de passar três anos em uma prisão no Irã, Mojtaba Hosseini, 30 anos, era líder de um movimento de igrejas domésticas que estava em rápido crescimento no país. Mas seus dias no presídio não foram em vão — muitos criminosos tiveram a chance de conhecer o Evangelho.

Mojtaba contou sua história à organização Portas Abertas. Depois de ser libertado da prisão em 2015, ele passou a viver em um local seguro fora do Irã.

Assim como todos os cristãos iranianos, Mojtaba conhecia os riscos de liderar uma igreja secreta no país. “Por que eu não parei meu trabalho com a igreja depois que fui preso pela primeira vez?”, questionou, sorrindo. “Eu realmente não sei. Não houve explicação lógica, mas sentimos que o Senhor queria que continuássemos”.

Durante a maior parte de sua sentença, Mojtaba dividiu a cela com assassinos, ladrões e traficantes de drogas. Mesmo sabendo que Deus estava com ele na prisão, o líder cristão sentia medo e desespero.

“Eu orava, era tudo que eu podia fazer. No início, eram orações de arrependimento. Eu achei que Deus estava me punindo pelos meus erros”, Mojtaba conta. “Então o Senhor falou comigo: ‘Pare de ser egoísta. Não é sobre você, é sobre mim. Olhe a sua volta’”.

Pela primeira vez desde que foi preso, Mojtaba começou a olhar verdadeiramente para as pessoas, através dos olhos de Deus. A partir disso, ele se sentiu inspirado para pregar o Evangelho para outros detentos. “Deus falou de novo comigo: ‘Está na hora de você compartilhar com eles a meu respeito. Eles precisam de mim’”.

Milagre da Bíblia

O líder cristão começou contar seu testemunho de vida aos outros detentos e alguns se entregaram a Cristo. Ele desejava ter uma Bíblia para ensinar seus companheiros e conseguiu através da inusitada ajuda de um imã da prisão, que visitava todos os dias os presidiários muçulmanos.

“Ele ficou impressionado com nosso compromisso com nosso Deus. Acho que foi Deus quem encheu seu coração de bondade para nós”, observa Mojtaba.

Como era impossível levar a Bíblia para dentro da prisão iraniana, o imã teve a ideia de colocar impressos da Bíblia disfarçados como aulas de inglês. Os versículos foram traduzidos por um dos detentos. Logo, as Escrituras ficaram conhecidas por todos.

“Até recebemos pedidos de outras alas”, ele lembra. “As pessoas estavam pedindo mais. E a melhor coisa foi que os presidiários estavam entregando suas vidas ao Jesus da Bíblia”.

Refletindo sobre seu tempo atrás das grades, Mojtaba fez uma revelação: “Eu nunca orei para que Deus me libertasse da prisão. Eu posso servir a Deus em qualquer lugar, dentro ou fora da prisão. Não importa em que situação eu esteja. Eu posso trabalhar no Reino de Deus onde Ele me colocar. E naquele tempo Deus me colocou entre os prisioneiros”.



Fonte: Guia-me / com informações Portas Abertas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*