Centro missionário com centenas de Bíblias é explodido por forças russas na Ucrânia

Transformando o prédio em seu QG, as forças ainda usaram pilhas de Bíblias queimadas como escudos.

Um centro missionário foi explodido pelas forças russas em Irpin, na Ucrânia, destruindo centenas de Bíblias que seriam distribuídas no país devastado pela guerra. 

Antes de explodirem o prédio, as forças russas usaram o centro como seu QG. (Foto: Sergey Rakhuba).

O prédio era o Centro de Treinamento de Ministérios de Campo da Mission Eurasia, uma das diversas organizações que estão ajudando os refugiados ucranianos desde o início da invasão russa.

O presidente da missão, Sergey Rakhuba, relatou que tropas da Rússia invadiram o centro da Mission Eurasia, após os funcionários serem evacuados no começo do conflito, e o usaram como abrigo. 

“Os russos assumiram o controle, eles usaram isso para qualquer propósito. Ouvimos relatos de que eles o usaram como quartel-general para suas forças especiais”, afirmou Sergey.

Ele também revelou que o exército russo usou pilhas de exemplares queimados da Bíblia como escudos durante os confrontos de tiro. “Estamos muito tristes com a perda”, lamentou o presidente da missão.

“Os prédios podem ser substituídos, mas estamos reimprimindo centenas e centenas de cópias de novas Escrituras para os jovens evangelistas que treinamos, esses jovens voluntários que equipamos e que continuam alcançando pessoas necessitadas”.

O Centro de Treinamento de Ministérios de Campo da Mission Eurasia antes da explosão. (Foto: Sergey Rakhuba).

Depois de utilizarem como QG, os militares russos explodiram o prédio no final do mês passado. Sergey lamentou a morte de alguns dos vizinhos do centro missionário. “Os cadáveres estão bem perto das instalações”, contou ele.

Segundo Sergey, o Centro de Treinamento da Missão Eurásia em Irpin era o “centro nervoso para novas inovações, missão, planejamento estratégico” onde “milhares e milhares de jovens líderes passaram por treinamento”. 

“Muitas lágrimas foram derramadas depois que recebemos a notícia”, confessou ele. Mas, o líder permanece firme, acreditando que “Deus continuará provendo”. 

Enquanto isso, a Mission Eurasia segue levando o Evangelho aos ucranianos, através de grupo de oração online e ajuda humanitária. 

A organização montou centros de assistência a refugiados na Varsóvia, Cracóvia e Moldávia, além de quatro grandes centros de distribuição de alimentos no oeste da Ucrânia.  Fonte: Guiame

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.